Quando eu começei a pensar em fazer da fotografia mais que um hobby, falava sempre que nunca faria os tais "ensaios newborn". Medo. Pensa gente... uma criaturinha de cinquenta centímetros. E aí, uma amiga me chamou para fazer a assistência e adorei a experiência. Eles são pequenos,  requerem muita paciência e atenção e são os melhores modelos do mundo!!!!  Lovely, lovely, lovely!!!!

Origem: os ensaios newborn (recém nascidos) tiveram origem na década de oitenta, quando Anne Geddes, uma fotógrafa australiana, começou a criar uma assinatura própria fotografando bebês e crianças como personagens de contos de fadas e fantasias no geral. As fotos repercurtiram no mundo todo e dezoito milhões de cópias de seus livros foram vendidos. 

 

Para fotografar essas fofuras miúdinhas, o fotógrafo deve ter cuidados especiais, incluindo muita paciência, pois as fotos são, normalmente, feitas antes que o bebê complete duas semanas (antes das crises de cólicas), ainda muito maleáveis e suscetíveis à longo período de sono, onde as poses serão montadas e as caretas dos sonhos serão flagradas. Como os bebês aparecem como vieram ao mundo, são os acessórios que vão dar o toque especial e definir o sexo do bebê: tiaras, flores, gorrinhos e objetos.

 

 

O ideal é conciliar o horário de sono com o ensaio, não alterando a rotina do bebê, sendo comum utilizar a montagem de um "estúdio" no local, escolhendo o cômodo de melhor iluminação e silêncio. A tranquilidade do ambiente, é um fator muito importante para sucesso do ensaio.

 

Orientações:

* Amamentar o bebê antes da sessão, para que ele tenha um soninho profundo e relaxado enquanto é clicado;

* O tempo todo, a mãe deve ficar bem pertinho, dando segurança ao bebê;

* A sessão de fotos pode durar de duas à quatro horas, para que o bebê possa mamar, para que seja trocado e que durma o quanto precisar;

* Se a temperatura e local permitir, quintal ou jardim são opções de cenário;

* Conversar com o fotógrafo, indicando a expectativa do resultado.

* O silêncio da casa deve ser o máximo possível, fazer do ensaio um evento (com avós, tios, etc.) pode agitar a criança, impossibilitando o sono, que é fator primordial para as poses.

* Objetos que fazem parte da vida dos pais, podem ser utilizados para a composição. Exemplo: o capacete do papai, o violão do dindo, o livro de cabeceira da mamãe, o skate do irmãozinho, aquele ursinho que foi herdado de outras gerações. Enfim, objetos que façam alusão aos hábitos do seu meio de convívio.

* Antes do horário agendando para o ensaio, já deixe o bebê apenas de fraldinha, enrolado em uma mantinha, assim evitando muita movimentação, para não atrapalhar seu soninho profundo. 

* E prepare-se para colocar o babador ao ver as fotos lindas que vão sair do ensaio!